Desmistificando a restrição alimentar

Você já escutou alguém falar que é alérgico, intolerante ou tem sensibilidade a algum alimento? Com certeza, você deve ter reparado que quase todos os dias nos deparamos com pessoas que sofrem por reações adversas ao trigo, ao leite, à castanhas ou frutos do mar. Pois é, a alimentação restritiva virou o assunto do momento. E é sobre isso que vamos falar por aqui!

Sou alérgica à proteína do leite, chamada de caseína, desde que nasci. Há 12 anos, descobri hipersensibilidade a um ácaro, que infesta cereais e farinhas em seu armazenamento, além da alergia a amêndoas, frutos-do-mar e à proteínas do trigo, formadoras do glúten e causadoras de grande inchaço nas vias respiratórias e da anafilaxia, que em casos mais graves pode levar à morte. Depois do diagnóstico, e de ficar muito doente, parei de almoçar e jantar fora. Era dificílimo encontrar algo que eu pudesse comer tranquilamente, sem medo e risco de passar mal. Foi aí, adotando uma dieta rigorosa prescrita pelo meu médico e uma excelente nutricionista, que comecei a me aventurar na cozinha para tornar meus dias muito mais saborosos.

É com muita honra que começo hoje uma série de textos no  3 Talheres, um dos sites de gastronomia mais conceituados de Brasília. Vai ser incrível escrever sobre culinária inclusiva, suplementações e restrições alimentares, saúde, contaminação cruzada, medicamentos e disponibilizar ainda receitas deliciosas sem os vilões da vez: o glúten e a lactose! Claro, contarei também com a ajuda de profissionais especialistas da área para responder dúvidas e indagações (que não são poucas) sobre esse tipo de dieta. Convido você a colocar a mão na massa comigo, inventando novas fórmulas e compartilhando experiências de um universo tão vasto e restrito ao mesmo tempo. Seja bem-vindo ao meu lugar preferido da casa: a cozinha!

 

Sem comentários

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado.