Manteiga Ghee não contém lactose?

A manteiga Ghee é um alimento de origem animal, preparado com leite de vaca ou búfala, que surgiu de tradições milenares na Índia, onde foi apelidada de “ouro líquido”. Virou a manteiga do momento no Brasil e entrou na casa de muitos como a substituta “saudável” da manteiga tradicional e, principalmente, das margarinas. Devido suas supostas propriedades com menos gordura e mais nutrientes que reduzem inflamação e aceleram o metabolismo, passou a ser indicada por muitos nutricionistas em dietas alimentares.

Como o nome já diz, a manteiga ghee é o óleo puro da manteiga, sem impurezas e resíduos. Durante o processo de clarificação, a fervura decanta e “remove” os componentes sólidos dela, incluindo a lactose, ou seja, o açúcar do leite. Por esse motivo, os intolerantes à lactose são especialmente beneficiados e podem, de certa forma, incluí-la em seu dia a dia.

A clarificação da manteiga também pode ser feita em casa, porém esse processo artesanal é mais suscetível à erros. Ele deve atingir uma temperatura exata durante um período de tempo específico para haver a purificação completa e, caso isso não ocorra, alguns resquícios de lactose ainda podem permanecer ali. Recomenda-se então que intolerantes conversem com seus médicos – ou nutricionistas responsáveis – antes da ingestão do alimento e continuem dando preferência às Ghees industrializadas!

Mesmo com tantos benefícios, e “liberada” para aqueles com alimentação restrita à lactose, os alérgicos e intolerantes à caseína devem ficar especialmente atentos! “Para essas pessoas, a manteiga ghee pode trazer um aumento da condição inflamatória e piorar o quadro de alergia, com diarreia, vômitos, muco nas fezes, dentre outros sintomas, podendo levar até a um desequilíbrio da flora bacteriana intestinal”, explica Mônica Rocha, profissional especializada em gastronomia contemporânea e alimentação saudável. Mesmo eliminando o açúcar do manteiga, o processo de clarificação não remove a proteína do leite presente nela, “então, quem realmente tem problemas com a caseína, não é a melhor opção”, conclui.

1 comentário

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado.