Oca da Tribo reabre no Lago Paranoá

O restaurante natural Oca da Tribo está de volta! Com um novo formato ainda mais inspirador, está instalado em um dos cartões postais mais famosos de Brasília, ancorado no Lago Paranoá. Com ambientação super especial, mantém a aura do antigo restaurante, destacando-se pela atmosfera em harmonia com a natureza e qualidade da gastronomia que fez fama na cidade: pratos vegetarianos, veganos e, também, opções peixes, frango orgânico, pato, cordeiro e carne maturada. “Um dos nossos pontos de honra é a qualidade dos ingredientes: Em busca dos melhores produtos, pesquisamos os fornecedores locais para garantir não só a procedência como o frescor. Nossa proposta é trabalhar ao máximo com produtos orgânicos”, afirma o proprietário Vitor Pontes.

“Em busca dos melhores produtos, pesquisamos os fornecedores locais para garantir não só a procedência como o frescor.”Vitor Pontes, proprietário

A experiência de bem-estar promete ser completa na Oca da Tribo, onde o cliente estará rodeado de água, céu e aconchego. Não fosse a comida o destaque da casa, a ambientação, por si só, valeria a visita. Em comum com o antigo restaurante, projetado em formato de oca ianomâmi, o atual mantém o apreço às referências indígenas, desta vez sob uma cobertura em estilo xinguana, cobertura típica das moradias dos povos do Alto Xingu. No decor, muito artesanato étnico garimpado, principalmente, no Brasil e no continente africano. A madeira, além da palha de palmeira, é o elemento mais presente, sendo que algumas peças foram feitas a partir de troncos de árvores caídas e resgatadas do Cerrado. O restaurante funcionará de terça a domingo, a partir do meio dia.

No menu do almoço e jantar, pratos à la carte e uma vasta opção de aperitivos e drinks, pedida perfeita para apreciar o pôr-do-sol. No cardápio elaborado pela chef Ana Cristal, variedade e segmentação para atender a gostos e dietas variadas. Destaque para a salada Gado-Gado, Tofu com Cogumelos, Moqueca de banana, Ceviche de Tilápia, Cordeiro ao molho de tahine e hortelã, brusquetas naturebas e tantas outras opções para vegetarianos, veganos, macrobióticos e carnívoros. As opções de bebidas e drinks seguem a mesma linha, com sucos nutritivos, kombuchas e até o guaraná da casa, preparado com xarope de guaraná, hortelã, limão, água com gás e gelo.

Como relembra Vitor, na antiga casa, o cliente contava com o serviço de buffet, o que não será oferecido neste novo projeto. “Não se trata apenas de um negócio. Acreditamos no retorno porque para nós tem a ver com o nosso estilo de vida, de entender a alimentação como fonte de saúde e prazer. Estudei muito sobre alimentação e sei que não basta escolher alimentos saudáveis. Saber combiná-los é fundamental, e pouca gente, realmente, sabe montar um prato em um self service, diante de tantas opções. Nossas opções à la carte têm esse objetivo, de colocar o máximo de sabor, saúde e equilíbrio no prato do nosso cliente”, defende.

Superado o equívoco de que a alimentação natural e saudável é menos saborosa que a tradicional, Vitor e sua equipe trabalha para que o restaurante seja referência em gastronomia de qualidade, independentemente de nicho.

“Ainda há quem pense que o saudável não é saboroso e isso é uma tristeza. No que depender de nós, as pessoas vão poder fazer as melhores escolhas”, ressalta.
O restaurante também será uma opção diferenciada para a realização de eventos particulares ou corporativos, com a destinação do segundo andar da estrutura para esta finalidade. E, para melhor comodidade e qualidade do serviço, apesar de a embarcação ter capacidade para até 500 pessoas, a casa pretende trabalhar com, aproximadamente, 150.

Serviço
Restaurante Oca
Data: 28 de março de 2019
Horário: 18h
Endereço: SHTN Trecho 1, polo 3. Trapiche Embarcação, Ilha das Tribos. Abaixo da Concha Acústica.
Sem comentários

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado.