La Bamba conta um pouco da origem do picolé

La Bamba conta um pouco da história do picolé

Você sabe a origem do picolé? A delícia gelada foi criada em 1905, em São Francisco, na Califórnia, por um garotinho de 11 anos. Em uma noite muito fria ele esqueceu no quintal de casa um copo cheio de suco com uma colher. Ao acordar percebeu que o líquido havia congelado e estava preso na colher criando uma espécie de gelo com sabor de fruta.

Somente vinte anos depois, em 1925, o produto foi patenteado pelo jovem e comercializado por uma companhia de Nova Iorque. A invenção acidental acabou caindo no gosto popular e atualmente é difícil achar alguém que não se renda a maravilha.

Com tamanho diferente dos tradicionais e feitos de forma manual, os picolés da La Bamba Sorvetes foram pensados especialmente para que a experiência ao degustar os produtos seja única e prazerosa. A chef sorveteira Camila Amaral, responsável por elaborar o cardápio, aposta na origem da matéria-prima e foca em usar ingredientes de qualidade, frescos e sem adição de gordura hidrogenada e saborizantes.

A proposta da marca é causar encanto à primeira mordida – ou lambida. Tudo feito com carinho e zelo. “Selecionamos a dedo todos os insumos, as frutas são frescas, criamos as nossas próprias caldas e os recheios são produzidos individualmente” destaca Camila.

O cardápio de picolés gourmets conta com 11 sabores. Banana e creme de avelã, chocolate com amendoim e coco com brigadeiro são os destaques. Parte da inspiração que a chef utiliza para a criação dos sabores veio do seu próprio gosto. “Sempre adorei doces, são a minha perdição. Os sabores leite em pó com creme de avelã e leite em pó trufado foram criados justamente porque, em casa, tinha o hábito de fazer essa mistura. Daí pensei que picolés nesses sabores seriam maravilhosos”, detalha Camila.

Sem comentários

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado.